Chocolate pode não ser o vilão das dietas, revela estudo

Pequenas porções aceleram o metabolismo

Você faz dieta e malha em dobro só para poder saborear um bombom após o almoço? Cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que, além de conter benefícios para a saúde, o chocolate pode auxiliar na perda de peso. No estudo, os voluntários que comeram pequenas porções de chocolate, regularmente, apresentaram Índice de Massa Corporal (IMC) menor.

Quer incentivar a malhação com estilo? Conheça a linha de roupas terapêuticas da Invel que melhoram a circulação sanguínea e auxiliam no tratamento da celulite, clique aqui.

Chocolate seria capaz de acelerar o metabolismo
Os pesquisadores acreditam que os ingredientes do chocolate acelerem o metabolismo, ajudando a queimar gordura corporal, o que compensaria as calorias extras ingeridas com o doce. O estudo analisou os hábitos alimentares de 972 homens e mulheres, com idades entre 20 e 85 anos. Em média, os voluntários afirmaram consumir chocolate duas vezes na semana. A média dos participantes apresentava IMC 28, que é considerado sobrepeso.

Nos resultados, publicados no periódico Archives of Internal Medicine, os voluntários que comiam chocolate com frequência eram também aqueles que, diariamente, ingeriam mais gorduras saturadas e calorias, mas eram, justamente, aqueles com menor IMC. Para os cientistas, a resposta para o impacto sobre o peso final está na composição das calorias do alimento e não apenas na quantidade que é ingerida.

Na dúvida, escolha o chocolate amargo
A pesquisa não apontou qual a quantidade ou o tipo de chocolate considerado ideal para perder peso, mas outros estudos revelaram que a versão amarga ainda é capaz de equilibrar os níveis de colesterol e a pressão sanguínea. Os cientistas recomendam a ingestão diária de pequenos pedaços de chocolate amargo, mas ressaltam a importância de não exagerar, já que 100g representam 520 calorias a mais no cardápio.

Por Renata Demôro
Fonte: GNT Saúde

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*