Os melhores exercícios para as varizes

Existe uma alta percentagem de população mundial que sofre de varizes, percentagem que aumenta consideravelmente entre aqueles profissionais cujo trabalho os mantém sentados durante várias horas por dia no seu escritório. Além de serem anti-estéticas, as varizes podem ser muito dolorosas, e provocar uma sensação de cansaço e inchaço nas pernas que nos tira a vontade de sair para fazer exercício. No entanto, e embora o aparecimento das varizes possa estar condicionada por uma predisposição genética, existem algumas formas de evitar as varizes e aliviar a dor das que temos.

Andar
É o exercício mais simples e, ao mesmo tempo, o mais eficiente. Para as varizes, é recomendável manter as pernas em constante movimento. Andar é bastante eficiente na hora de melhorar a circulação das nossas pernas. Deixemo-nos de desculpas como a falta de tempo e a pressa: em vez de escolher o elevador, suba as escadas andando, e em vez de escolher o carro para o trabalho, se não estiver muito longe, vá a pé e aproveite assim para dar um pequeno passeio. Fazer estes pequenos esforços diários terá grandes recompensas quando começar as suas pernas mais leves e menos congestionadas.

Pedalar
Este é um exercício específico para melhorar o estado das nossas varizes. Deitado/a no chão, com as costas retas no chão, coloque as suas mãos ao lado do corpo ou, se preferir, por debaixo dos seus glúteos para evitar que as costas fiquem pesadas. Eleve as suas pernas do chão e, no ar, pedale como se estivesse numa bicicleta. Quanto mais subir as pernas, mais incrementará a circulação. Caso contrário, se as pernas estiverem mais próximas do nível do chão, o que conseguirá é tonificar os abdominais.

Levantar as pernas
Ao contrário dos levantamentos de pernas que se costumam fazer no ginásio, pensados para tonificar os músculos e os glúteos, estes levantamentos estão pensados para melhorar a circulação sanguínea em toda a perna. Deitado/a no chão, com as costas apoiadas e as mãos por debaixo dos glúteos, levante uma perna de cada vez e mantenha-a levantada numa posição perpendicular ao chão, formando um L. Mantenha a perna alta até sentir o sangue a baixar desde os seus pés até às coxas. Repita com uma perna de cada vez.

Para completar o exercício, pode repetir, deitado/a mas, nesta situação, situe-se contra uma parede. Levante as pernas ao mesmo tempo, de novo fazendo um L, e mantenha-as apoiadas contra a parede durante um tempo até sentir melhorar a circulação nas suas pernas.

Flexão do joelho e do tornozelo
Volte-se a deitar no chão e, lentamente, suba o seu joelho até ao peito, com a panturrilha dobrada até abaixo. Enquanto mantém esta posição, gire o seu joelho em diferentes posições várias vezes. Faça-o lentamente e com força, não deixe que o seu pé se pendure livremente. Repita várias vezes alternando ambas as pernas.

Continue lendo no UmComo>> 

Por: Sara Viega
Fonte: UmComo

 

 

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*