Saiba como não abrir mão da cervejinha sem prejudicar a dieta

Uma coisa é fato: o álcool atrapalha a dieta, pois seu processo de metabolismo interfere na queima de gordura. Como todos os prazeres, precisamos saber dosar para viver em harmonia. Bom, vamos aos cálculos: 100ml de cerveja tem em média, 50 calorias. E a mesma quantidade de vinho, tem 85. Mas não dá pra negar que se toma bem mais cerveja do que vinho, não é mesmo?

Vinho é mais calórico, mas bebe-se em menor quantidade
Então vamos lá, em 1 taça de vinho (de 200 ml) temos 170 cal. Em um copo de cerveja, daqueles servidos em bares (300 ml) temos 150 cal. Partindo do óbvio, ou seja, que é mais comum alguém beber 8 chopps – e não 8 copos de vinho -, conclui-se que o vinho até pode ser mais calórico, mas bebe-se menos. E nesta fermentação da uva, pra lá de antiga, encontramos muitas substâncias benéficas pra saúde. Só não vale mergulhar numa garrafa de vinho por vez. Ai é o coitado do fígado que vai reclamar.

Se você quer beber sem sair da linha retire sempre o carboidrato da comida quando estiver ingerindo álcool. Prefira carnes, aves, peixes com verduras, legumes, frutas… Assim o prejuízo é menor no que diz respeito à dieta. No fim das contas, é aquela velha frase: beba com moderação!.

Saiba como compensar a ingestão de bebida alcoólica, sem prejudicar a dieta:

Corte o carboidrato de uma refeição para poder beber:
Cerveja (1 copo grande com 300ml)

Ou

Caipirinha com adoçante (1 copo com 200 ml)

Ou

Gym (2 doses misturadas com bebida light)

Ou

Vinho (1 taça pequena)

Atenção: Essa compensação poderá ser feita, no máximo, duas vezes por semana

Fonte: www.cristinamennabarreto.com.br
Fonte: GNT Saúde

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*