ALIADOS DE VALOR

Subcision e carboxiterapia: dois tratamentos que, combinados às sessões com aparelhos, ajudam a melhorar a celulite

Em alguns casos, a celulite deixa o local afetado com depressões profundas. Isso acontece devido à presença de traves fibróticas, estruturas que repuxam a derme, comprimindo as células gordurosas, o que provoca ondulações na superfície da pele. Quando essas ondulações não respondem bem às sessões com aparelhos, muitos médicos lançam mão da subcision. A dermatologista Shirlei Borelli, de São Paulo, é uma delas. “Essa técnica consiste em usar uma agulha para romper esses septos fibrosos, o que contribui para deixar a pele mais lisa”, explica.

Outro tratamento que a dra. Shirlei costuma utilizar é a carboxiterapia. “Essa técnica consiste em injetar gás carbônico no espaço subcutâneo , por meio de um aparelho. A carboxiterapia induz o organismo a produzir oxigênio, melhorando a circulação local. Com isso, ocorre o aumento do metabolismo na área tratada e a melhora da eliminação de toxinas. Geralmente, utiliza-se a carboxiterapia para melhorar a drenagem linfática promovida pelas sessões com aparelhos ou pela drenagem linfática realizada manualmente.

Shirlei Borelli
Mmebro da sociedade brasileira de dermatologia
Contato: 3704-5500

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*