Pele e cabelo precisam de cuidados especiais no inverno

Banhos quentes e baixa umidade do ar são fatores que causam ressecamentos e descamações

A chegada do inverno pede cuidados especiais com a pele. É possível passar pelas baixas temperaturas sem sofrer com ressecamentos, descamações ou tendo que abrir mão de um banho quente. Devemos aproveitar a estação para tratar e proteger a pele, cabelos, mãos e pés.

No inverno, a produção de suor diminui e o corpo deixa de contar com esta alternativa de hidratação, tornando importante o uso de hidratantes específicos para proteger a pele. De acordo com a dermatologista Helua Mussa Gazi, nessa época do ano a pele necessita de mais hidratantes, sabonetes mais suaves e cremes com maior poder de lubrificação e proteção. Além dos lábios que também necessitam de um hidratante, para evitar que rachem.

— O maior problema do inverno é o ressecamento da pele, que chamamos de xerose cutânea. Isso ocorre porque o clima fica mais seco e diminui a umidade do ar. Além disso, temos o habito de utilizar banhos mais quentes e demorados que também tiram a camada hidrolipídica que temos na superfície da pele. Quem já sofre de dermatite atópica, neste período do ano percebe que os sintomas de ressecamento e coceira no corpo aumentam — diz a médica.

Antes de sair pensando em qual produto utilizar no inverno, é importante saber que beber bastante água e comer frutas e verduras sempre ajuda. Alimentos ricos em ômega-3, como os peixes, têm o poder de suavizar o ressecamento da pele, e vitaminas como A e E, encontradas em algumas hortaliças e frutas, são ótimas soluções para pele seca já escamada. Mas, claro, alguns produtos podem ajudar.

— O que não pode faltar é um bom hidratante corporal, que hoje em dia tem uma composição muito fisiológica, ou seja, tem água e gordura, imitando o manto hidrolipídico que recobre a pele. Os mais indicados são os que incluem na sua composição manteiga de karité, ureia, leite de aveia, óleo de semente de uva, entre outros compostos que permitem uma ação umectante e emoliente para a pele — indica a dermatologista.

Outro ponto interessante lembrado pela médica é o cuidado com os lábios, que ressecam muito no inverno, chegando até mesmo a rachar. Por isso é importante o uso de protetor labial rico em dexpantenol, que é vitamina b15 e auxilia muito na prevenção e tratamento das fissuras labiais.

Filtro Solar
O filtro solar não pode ser deixado de lado no inverno. A fotoproteção deve ser diária e em todas as épocas do ano. O sol é um dos mais importantes fatores de desgaste e envelhecimento precoce da pele e, mesmo nos dias nublados e com chuva, o protetor solar é essencial.

— Apesar do frio e das nuvens os raios UVA e UVB estão presentes durante o dia — alerta Helua.

Sabonete glicerinado ou sabonete líquido
O banho deve ser rápido, para evitar o ressecamento da pele, e o ideal é que a temperatura da água não seja muito quente. Buchas e materiais que provocam atrito com a pele devem ser descartados neste período do ano. Esse atrito remove a chamada “emulsão epicutânea”, um hidratante natural produzido pelo próprio corpo. O uso de sabonete glicerinado ou líquido é o mais recomendado pela especialista.

 

Hidratantes e óleos corporais
Cremes para usar no inverno não precisam ser necessariamente diferentes daqueles usados no verão, mas a hidratação deve ser mais intensiva. Quem apresenta pele seca pode aplicar produtos à base de óleo de amêndoa, aloe vera e ureia. Para os homens, que muitas vezes não gostam de passar cremes, há a alternativa de usar óleo de banho no corpo, antes de entrar no chuveiro, e, então, tomar banho normalmente. Desta forma, um pouco desse óleo permanece, evitando o ressecamento.

— Com a idade, as glândulas diminuem a secreção natural, tornando a pele mais ressecada. Podem ocorrer coceiras, vermelhidão e descamações. Por isso, indica-se utilizar hidratante ou óleos várias vezes ao dia. E não se esqueça de que hidratar por dentro também é fundamental. Beber bastante água é uma regra a ser praticada diariamente, faça frio ou calor — indica a dermatologista.

Antes de escolher um bom produto, a dica é olhar a sua composição e os princípios ativos. Cremes com as substâncias Aquaporine (promove maior circulação de água entre as células, reforça a reserva natural de água na epiderme, restaura a hidratação, maciez e elasticidade) e Laminactinet (nanodispersão de óleo de perilla em lisofosfolipídeos, melhoram a absorção e penetração dos ativos, além de ter ação calmante) são boas opções para esta época do ano.

 

Xampu e condicionador manipulados
No inverno, os cabelos também precisam de cuidados especiais. Os banhos mais quentes acabam retirando o óleo do couro cabeludo, que tem função de proteção natural e lubrificação dos fios, que podem ficar com um aspecto ressecado, quebradiço e com pontas duplas. Em alguns casos, o organismo entende que é preciso repor essa ausência de oleosidade e, por isso, os cabelos podem ficar com um aspecto engordurado.

— Utilizar xampu e condicionador de boa qualidade e adequados para seu tipo de cabelo e fazer hidratação são as melhores opções para manter os fios saudáveis no inverno — diz Helua.

No entanto, segundo a médica, os xampus e condicionadores utilizados no verão muitas vezes não conferem a proteção adequada para o inverno. Neste caso, o mais recomendado é recorrer às farmácias de manipulação que podem desenvolver o produto adequado ao tipo de cabelo do paciente e aos problemas que ele apresenta.

Continue lendo no Zero Hora>> 

Fonte: Zero Hora

 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*